Primeiros Dentes do Bebe estao Nascendo

Cada mudança no corpo dos bebês vem cheia de expectativas por parte dos pais, já que ver nossos filhos crescerem saudáveis é muito importante. Com o surgimento dos primeiros dentes do bebê não é diferente.

Os dentes começam a se desenvolver já na fase de formação do bebê, quando ele ainda está crescendo na barriga da mãe. Ainda assim, o primeiro dente do recém-nascido deve romper com cerca de seis meses de idade.

Esta fase pode ser um pouco complicada para os bebês e para os pais, já que os pequenos podem sentir incômodo com o aparecimento dos primeiros dentes, mas para os pais nem sempre é tão fácil identificar o que está incomodando ou mesmo que esta é a causa.

Os primeiros dentinhos a aparecerem geralmente são os incisivos centrais inferiores, que ficam localizados mais ou menos no meio da parte inferior da gengiva. Na sequência devem nascer os demais incisivos, tanto no maxilar inferior quanto no superior.

Os dentes de leite continuam a nascer até cerca dos três anos de idade, quando a criança já deve ter a dentição completa: são 10 dentes na parte superior e mais 10 na parte inferior.

Tanto o dente a nascer primeiro quanto o tempo que ele leva para aparecer podem variar de bebê para bebê e não há porque se preocupar. A ordem do nascimento dos dentes não afeta em nada a saúde bucal do recém-nascido.

Confira alguns sinais que podem indicar que os primeiros dentinhos da criança estão nascendo ou próximo disso.

Seu filho está muito irritado ou nervoso? Agitação ou choro que você não consegue identificar a razão ou mesmo uma irritação inexplicável podem ser causados pela erupção dos primeiros dentes.

Tenta morder tudo o que vê pela frente? O nascimento dos primeiros dentes pode ser precedido por uma sensação de coceira na gengiva. Colocar coisas na boca pode ser a reação do bebê a este incômodo e uma tentativa de aliviá-lo.

Ele não quer mamar e parece ter perdido o apetite? Se o seu bebê não quer se alimentar, isso pode ser porque o processo de sucção está causando ainda maior desconforto às suas gengivas já doloridas. Isso faz com que ele rejeite mamar no peito ou na mamadeira para evitar a dor.

Está salivando demais? Babar muito pode ser um sintoma de que os dentes estão surgindo: no processo, é comum que o bebê salive mais.

A gengiva parece avermelhada ou inchada? O surgimento dos dentes deixa a área mais sensível e em alguns casos pode até mesmo causar uma leve febre, apesar de pouco comum.

O bebê está demorando para dormir ou dormindo mal? A irritação na gengiva pode prejudicar o sono da criança. Nessa fase, não é incomum que eles tenham dificuldade para dormir ou mesmo acordem no meio da noite ou nos cochilos durante o dia por causa da dor.

Veja abaixo um vídeo bem legal sobre esse assunto:

O que fazer para aliviar os incômodos do primeiro dente do bebê?

Agora que já sabemos que o aparecimento dos primeiros dentinhos pode causar dor aos pequenos, vejamos o que podemos fazer para tentar minimizar o seu sofrimento nessa fase.

Algumas dicas caseiras podem ajudar caso o bebê esteja passando por um desconforto leve. Se você perceber seu filho passando por dores muito intensas, é o caso de procurar um profissional para avaliar melhor o caso e talvez até mesmo receitar medicamentos.

Alterar o tipo da alimentação já pode fazer uma grande diferença. Amamentar mais o bebê em vez de oferecer alimentos sólidos pode ajudar a diminuir a irritação na hora de comer.

Os alimentos muito quentes podem inclusive piorar a sensibilidade. A temperatura mais baixa, por outro lado, ajuda a aliviar a sensibilidade e a irritação. Privilegie na alimentação do bebê comida mais frescas ou frias, como frutas ou outros vegetais. Maçã, cenoura e pepino são boas opções, se já estiverem presentes na dieta do seu filho.

O surgimento dos primeiros dentes pode vir também com um pouco de coceira, que também pode causar bastante irritação aos pequenos. Oferecer um mordedor pode ajudar a aliviar o desconforto se for esse o caso. Certos modelos são até mesmo preenchidos por um tipo de gel, para manter a sua temperatura baixa e também ajudar a aliviar os demais sintomas.

Seja como for, tenha em mente que o nascimento dos primeiros dentinhos é uma fase, portanto passageiro. Além disso, lembre-se que a irritação do bebê é apenas um reflexo do incômodo pelo qual ele está passando. Durante este período delicado, ofereça atenção, cuidado e paciência. Estes “remédios” ajudam a aliviar qualquer dor e para eles não há contraindicação.

LEIA TAMBÉM: Como Aliviar as Dores de Dente na Gravidez

Você já ouviu falar em dentes natais?

É relativamente raro, mas não é incomum que alguns bebês nasçam com um dente ou que ele apareça já nos primeiros meses de vida. São os chamados dentes natais ou neonatais. Dentes natais são aqueles que são visíveis na criança após o nascimento. Os chamados neonatais são dentes que surgem um ou dois meses depois que o bebê nasce.

Nesses casos, não há motivo para se desesperar: a incidência desses casos é de um em cada 2 mil bebês, mas é preciso acompanhar e entender do que se tratam esses primeiros dentes. Na maioria das vezes, cerca de 85% dos casos, são apenas dentes da arcada normal que acabam nascendo adiantados em relação aos demais.

O odontopediatra pode determinar que não é necessário tratamento e deixar os dentes crescerem normalmente, se não houver prejuízo para o bebê. Se o dente solitário estiver atrapalhando a sucção na hora de o bebê se alimentar, por exemplo, ele pode sugerir um desgaste para deixá-lo mais arredondado e facilitar na hora da amamentação.

De qualquer forma, esta avaliação deverá ser realizada por um profissional, que vai determinar o que fazer de acordo com cada caso.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro de todo o nosso conteúdo!