O Que Fazer Com Dor de Dente em Cachorro

A dor de dente em cachorro é um problema sério pois além de trazer muita dor e incômodo ela deve ser tratada logo nos primeiros sintomas.

Uma das possíveis causas da dor de dente em cachorro, pode ser um dente quebrado ou trincado. Além da fratura óssea, os cachorros também sofrem com problemas na gengiva. A boca do cachorro é alcalina, o que ajuda na formação de placas bacterianas e, diferente dos humanos, os cães não costumam escovar os dentes diariamente.

Os restos de alimentos, junto da saliva e das células mortas vão com o tempo se acumulando, por isto é preciso ficar muito atento porque não havendo a escovação dos dentes por parte dos seus donos, as placas surgem e ficam cada vez mais espessas provocando a rápida multiplicação das bactérias.

Com o aumento das bactérias, a boca do seu cão mobiliza células para combater a invasão. Essas células mobilizadas se combinam com as bactérias para causar inflamações e destruição do tecido da boca do seu cachorro. Com o avanço da inflamação e destruição do tecido, ocorre destruição dos ossos, o que finalmente leva a perda dos dentes — e muita dor para seu cão.

Além deles não saberem escovar os dentes, eles também não falam, ou seja, dificilmente conseguiremos perceber os sinais de que estão com problemas de dente ou na gengiva, a não ser quando o estado já for muito avançado, só que neste caso o tratamento é bem mais difícil.

Devido seu instinto animal dizer que ele não deve mostrar sinais de fraqueza seu cão provavelmente irá comer como sempre, fazer festa ao te ver chegando em casa e agir como o mesmo cão que você conhece e ama. Cabe ao dono ficar sempre atento ao seu comportamento e aos sinais que poderão indicar um dente rachado ou uma doença periodontal.

Conheça os principais sintomas de dor de dente em cachorros

  • Gengivas vermelhas ou sangrando
  • Caroços ou inchaços na boca
  • Mau hálito
  • Sangue no brinquedo de morder
  • Saliva viscosa ou com sangue
  • Perda de dentes
  • Dificuldade para pegar a comida
  • Mastigação com apenas um lado da boca
  • Timidez com a cabeça (ele não quer que você toque em sua cabeça)
  • Corrimento nasal e espirros (gengivite avançada nos dentes caninos superiores pode levar a perda óssea entre a cavidade nasal e oral)

É preciso ter o hábito de verificar o estado dos dentes regularmente abrindo a boca do seu cachorro. Claro que isto deve ser feito com cuidado. Tenha paciência e certifique-se de que o animal está tranquilo para não correr o risco de ser mordido. Além disso, fique de olho em dentes escurecidos, quebrados ou soltos. São sinais de que os dentes vão mal.

É obrigação de todos aqueles que escolhem ter um cãozinho cuidar da sua saúde bucal, pois ele é um grande amigo, sempre carinhosos e fiel, mas precisa dos nossos cuidados e a melhor forma de cuidar da boca do seu cão é providenciando exames pelo menos uma vez por ano.

Nesses exames será feito um raio-x e a limpeza dos dentes e se houver algo de errado será tratado ainda no início. É importante também que você faça a limpeza dos dentes de seu cão, basta comprar uma escova e pasta dental específicos para cães e quando fizer a escovação, fique observando se há algum caroço ou inchaço na boca do animal.

Outra maneira de manter a boca do seu cão em forma é dar a ele brinquedos para mastigar. Escolha brinquedos de ossos de couro cru que possam dobrar facilmente ou brinquedos duros de borracha. Veterinários também recomendam ficar longe de brinquedos duros como ossos de nylon, couro cru não dobrável, cascos de vaca ou porco, e ossos de animais de todos os tipos, crus ou cozidos. E não use bolas de tênis, cuja superfície abrasiva pode desgastar os dentes do cão enquanto ele mastiga.

É muito comum encontrar pessoas que ao perceber que seu cachorro está com dor de dente procure algum remédio que alivie a dor e depois acabe deixando por isso mesmo. Este erro é muito grave. A dor de dente é um sinal de que algo vai mal na boca do seu cão e ele deve ser levado imediatamente ao veterinário para saber o que realmente está acontecendo.

Não fique seguindo dicas de amigos ou usando remédios caseiros. É preciso levar o animal a um profissional que irá fazer uma avaliação completa e descobrir a causa da dor de dente e tratar o problema como realmente ele deve ser tratado, assim você terá do seu lado um cão com a boca saudável e evitará uma série de futuros transtornos, pois uma simples dor de dente, quando não é tratada adequadamente, pode resultar em algo muito grave.

Este artigo foi útil para você? Se sim, compartilhe com seus amigos e mostre a eles essas dicas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu